gravida-dentes

VAI SER MAMÃE? SAIBA O QUE É O PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO

22/03/2019| Karla

Você deve estar se perguntando: “como assim pré-natal odontológico?

Muitas mamães nunca ouviram falar sobre esse assunto de extrema importância para a saúde do bebezinho que está se formando.

Na gravidez, o organismo da gestante passa por uma grande variação hormonal – o que promove uma série alterações importantes relacionadas à cavidade bucal. Entre elas, está a facilidade de desenvolvimento de gengivite, a hipossalivação e os enjoos matinais, que dificultam a higiene bucal.

Essas alterações podem aumentar a incidência de cárie e desenvolver doença periodontal. Entretanto, ao tomar os devidos cuidados, pode-se evitar e ter controle sobre isso.

Como lidar com as mudanças na gestação?

O estômago também sofre mudanças durante esse período. Ele acaba sendo comprimido pelo útero que está aumentado, e passa a ter sua capacidade diminuída. Assim, a gestante adapta sua rotina alimentar, e pode passar a ingerir pequenas quantidades de alimentos diversas vezes ao dia.

Entretanto, nem sempre o número de escovação acompanha esse aumento de refeições. Algumas gestantes costumam dizer que as náuseas são as principais culpadas, já que o enjoo aumenta na hora de escovar os dentes. Difícil, não é? Mas a escovação correta, passar o fio dental e o creme dental com flúor são super importantes.

Bons hábitos de higiene bucal e uma alimentação saudável também são pontos de partida para uma gestação segura. Reduzir o consumo de açúcar é o ideal. Vale ressaltar que a gestação não é a causa direta de problemas bucais. Contudo, as alterações hormonais que ocorrem neste período podem favorecer condições pré-existentes e gerar desconfortos à mulher.

Então, durante o pré-natal odontológico é o momento que o dentista observa o estado de saúde bucal da gestante para evitar o agravamento de problemas já instalados e para prevenção de outras doenças bucais, visando contribuir para a saúde da gestante e do seu bebê.

O trabalho do dentista é prevenir ou tratar as doenças orais da gestante e esclarecer as dúvidas das futuras mamães, como aleitamento materno, hábitos e higiene oral.

Vale ressaltar que problemas periodontais em gestantes podem levar ao nascimento de bebê prematuro ou de baixo peso.

Agora que você já sabe de tudo isso, lembre-se que o ideal é fazer uma avaliação odontológica preventiva antes de engravidar, quando possível.

Qual o período durante a gestação é o ideal para o tratamento odontológico?

O período ideal é no segundo trimestre de gestação. Nessa fase, os enjoos já acabaram e a mamãe está mais disposta, mas, ainda assim, tudo isso pode ser tratado com segurança em qualquer fase da gestação.

Sobre anestesia e medicamentos na gestação

Na maior parte dos casos, radiografias, anestésicos dentais, medicação contra a dor e antibióticos (especialmente a tetraciclina) não são receitados durante o primeiro trimestre da gravidez, a não ser que sejam absolutamente necessários. Em caso de dúvidas em ministrar algum medicamento para a paciente gestante, entre em contato com o médico responsável.

Espero ter ajudado vocês. Gostou de saber disso? Mande para as futuras mamães que você conhece e acompanhe também o InstagramFacebookYouTube do CCAA Divinópolis. Não deixe de acessar nossas publicações no blog!

Um abraço,

Tia Karla

Graduada em Odontologia pela Universidade de Itaúna.
Especialista em odontopediatria.
Aperfeiçoamento em ortodontia preventiva.
Aperfeiçoamento em odontologia neonatal.
Exercendo uma odontologia humanizada.

Comentários