Thanksgiving

THANKSGIVING: TRADIÇÃO AMERICANA DO DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS

07/11/2018| Vivian

Hoje eu gostaria de contar um pouco sobre o Thanksgiving. Muitos já ouviram falar dele, mas nunca entenderam exatamente o que é e quais as tradições por trás de um feriado tão importante para o povo americano. Não, não é apenas um dia que eles sentam e comem peru assado ou estão loucos para chegar o dia seguinte que é o ‘Black Friday’.

Thanksgiving, ou Dia de Ação de Graças em português, é um feriado que ocorre na 4ª quinta-feira de novembro, tanto nos Estados Unidos quanto no Canadá. A data celebra o dia de gratidão a Deus, com orações, festas e desfiles, para agradecer tudo de bom que aconteceu no ano.

Antes do Thanksgiving virar um feriado

Os Pilgrims chegaram em Plymouth, Massachussettes, nos Estados Unidos no inverno de 1620  e sofreram muito com um inverno extremamente frio e cheio de doenças, o que causou muitas mortes por causa da baixa temperatura e falta de comida.

Na próxima primavera, os índios nativos, que já falavam inglês por causa de outros viajantes na terra, ajudaram os peregrinos a se prepararem para o próximo inverno os ensinando a plantar, pescar e caçar para terem alimentos suficientes para o próximo inverno.

No dia da colheita, que aconteceu em novembro de 1621, eles comemoraram agradecendo a Deus com um belo e farto jantar, e é por isso que até hoje se comemora a data com ‘jantar do Dia de Ação de Graças’ (Thanksgiving Dinner). A aliança entre peregrinos e nativos americanos naquela região foi tão forte que perdurou por décadas – sendo um dos poucos exemplos de harmonia entre índios e brancos nos EUA.

As famílias tradicionalmente recriam o banquete de Ação de Graças, no qual a carne principal é o peru assado recheado com um tipo de farofa, purê de batatas, molho de cranberry (uma fruta vermelha típica), molho de carne e, de sobremesa, torta de abóbora com canela, que é uma delícia!

Montagem da Árvore de Natal

É no Thanksgiving também que os familiares se reúnem para montar a árvore de Natal e criar o espírito natalino que é tão forte nos Estados Unidos. Mesmo não sendo um feriado religioso, cada um, na sua própria religião, agradece por tudo de bom que eles conquistaram no ano e principalmente pela família que tem, porque é o dia que os familiares viajam de longe para estarem juntos e muitas vezes não se encontram no Natal.

Perdão do peru

Há também a tradição do “Perdão do peru”, em que o presidente dos EUA salva um ou dois perus de serem sacrificados e os envia às instituições de caridade ou fazendas comunitárias para que vivam felizes para sempre.

E você sabe qual a relação do Black Friday com o Thanksgiving?

O feriado de Thanksgiving é prolongado: começa na quinta-feira e termina no domingo, dando tempo para as famílias viajarem e verem seus entes queridos.

Além disso, a comemoração do Dia de Ação de Graças ocorre normalmente um mês antes do Natal, impedindo que os vendedores iniciem suas vendas natalinas até o fim do Thanksgiving – pois não é considerado sensato fazer propaganda de Natal antes do Dia de Ação de Graças.

Assim, o termo Black Friday foi criado pelos varejistas dos EUA para nomear a ação de vendas que ocorre um dia depois do Thanksgiving, em que os preços dos produtos ficam incrivelmente baratos, chegando a até 80% de desconto, pois os lojistas precisam vender tudo o que não conseguiram em novembro.

Espero que tenham gostado de aprender um pouco mais sobre a cultura americana.

Se tiverem oportunidade, ensinem sobre o feriado aos parentes e filhos de vocês e comemorem praticando a gratidão. Uma vez vi uma palestra que dizia que pessoas que agradecem são 40% mais felizes. Não sei se é verdade, mas acho que não há mal nenhum em ser mais grato e feliz!

Até a próxima e Happy Thanksgiving!

Mãe do Eric, de 3 anos e da Emily, de 2 anos. Começou a trabalhar como professora de inglês no CCAA Divinópolis em 2001 e se tornou fraqueada em 2004. Graduada em Recursos Humanos e com vários cursos na área de gestão de pessoas. Formação em coach pela Sociedade Brasileira de Coaching. Morou em Miami por 7 anos onde se formou no Ensino Médio no Miami Coral Park Senior High School.

Comentários